Papa reza por quem não terá oportunidade de gozar período de férias

 

Cidade do Vaticano (Segunda-feira, 07-08-2017, Gaudium Press) Durante a oração do Angelus do domingo, 06 de agosto, o Papa rezou por aqueles que, por um motivo ou outro, estão impedidos de gozar um período de férias e expressou seu desejo de que o tempo de verão sirva para um aprofundamento espiritual dos fiéis.

Foram palavras de Francisco, ditas desde a janela dos aposentos Papais, após a recitação do Angelus: "Confiamos à Virgem Maria as férias de todos, para que sejam serenas e profícuas, mas sobretudo o verão dos que não podem fazer férias porque estão impedidos por causa da idade, por motivos de saúde ou de trabalho, por limitações econômicas ou outros problemas".

Afastar-se das coisas mundanas

A festa litúrgica da Transfiguração de Jesus, celebrada no domingo, serviu como ponto de partida para uma reflexão sobre a necessidade de "afastar-se das coisas mundanas" e fazer um "caminho para o alto".

O Papa sugeriu que o tempo de férias sirva para ter a "Bíblia na mão, em silêncio" e descobrir a "alegria" da Palavra de Deus.

Francisco recordou que "neste período, os estudantes estão livres dos compromissos escolares e muitas famílias fazem as suas férias: é importante que no tempo de descanso e de afastamento das ocupações quotidianas se possam retemperar as forças do corpo e do espírito, aprofundando o caminho espiritual".

Nas férias, Francisco recomendou também que se tenha "disposição de uma escuta atenta e orante de Cristo, filho amado do Pai, procurando momentos de oração", descobrindo o "silêncio pacificador e regenerador" do Evangelho. (JSG)