Um milhão de crianças ao redor do mundo se unirão para rezar o Santo Rosário

 

Redação (Quarta-feira, 11-10-2017, Gaudium Press) Reconhecendo o poder da oração, especialmente aquela que vem das crianças, no próximo dia 18 de outubro ocorrerá a iniciativa "Um milhão de crianças rezam o Rosário", promovida pela Fundação Pontifícia 'Ayuda a la Iglesia Necesitada' (AIN). A proposta, inspirada nas palavras proféticas que uma vez pronunciou São Pio de Pietrelcina: "Quando um milhão de crianças rezarem o Rosário, o mundo mudará", tem por objetivo elevar uma oração pela paz do mundo.

Um milhão de crianças ao redor do mundo se unirão para rezar o Santo Rosário.jpg

"O grande poder que reside na oração de um coração infantil fica demonstrado pelo fato de que Deus mesmo escolheu em Fátima três crianças para revelar-nos os meios espirituais com os quais teríamos podido nos proteger do poder satânico do comunismo ateu ou impedir a Segunda Guerra Mundial. Por desgraça, os 'adultos' não levaram suficientemente à sério esta mensagem e, como consequência, milhões de pessoas morreram", diz a carta da Fundação Pontifícia AIN, assinada pelo seu Presidente, o Cardeal Mauro Piacenza; e Assistente Eclesiástico, Padre Martín M. Barta.

De acordo com a Fundação Pontifícia, hoje o mundo enfrenta situações parecidas e a paz está em risco em vários níveis. Por esta razão -segue a mensagem- "os homens necessitamos da ajuda e proteção da Mãe de Deus que esmaga a cabeça da serpente".

Este ano haverá um pedido especial: "Iremos oferecer esta campanha de oração pelas crianças da Síria, vítimas inocentes de uma guerra interminável", como se destaca no website millionkidspraying.org.

Oração que faz eco da mensagem que dirigiram os patriarcas católicos e ortodoxos da Síria em junho de 2016 ao celebrar-se o Dia da Criança: "As crianças da Síria, nossa pátria, são os irmãos e irmãs pequenos do Menino Jesus doente, aos quais, há mais de cinco anos, esta cruel guerra vem lastimando, traumatizando e matando. Muitos perderam aos seus pais e a tudo o que lhes importava. Inumeráveis deles nasceram com a guerra já começada e não sabem o que é paz. Suas lágrimas e seu sofrimento clamam ao céu (...) A Ele, a Cristo, Rei do Universo, que como criança delicada sujeita o orbe em sua mão a partir dos braços de sua mãe, lhe rogamos que abençoe as crianças sírias. A Ele, o único que pode trazer-nos a paz, lhe imploramos: 'Protege e salva as crianças deste país! Escuta nossas orações! Não vaciles mais em devolver a paz ao nosso país! Olhe as lágrimas das crianças, seca as lágrimas das mães e faz que os lamentos cheguem ao seu fim'".

Para guiar esse momento de oração, se dispôs no website da iniciativa um folheto informativo no qual se explica o modo de rezar, e se expõem por cada mistério do Santo Rosário uma intenção especial, incluindo, ainda, a Consagração das Crianças à Mãe de Deus.

"Um milhão de crianças rezam o Rosário" é uma iniciativa que nasceu em 2005 com um grupo de mulheres em Caracas, Venezuela, que reconheceram o poder que tem a oração que é pronunciada pelas crianças. A Fundação Pontifícia AIN fez sua esta proposta e há alguns anos anima a iniciativa ao redor do mundo. (EPC)