Cardeal Cañizares exorta fiéis para que rezem pedindo chuva

 

Espanha - Valência (Sexta-feira, 17-11-2017, Gaudium Press) Diante da forte seca que nos últimos meses afetaram diversas regiões da Espanha, o Cardeal Antonio Cañizares, Arcebispo de Valência fez uma exortação para orar a Deus pelo "Dom da chuva". Assim o indicou o purpurado em uma carta que dirigiu a sacerdotes, diáconos, religiosos e leigos de sua Diocese, e que tem sido difundida no website da Arquidiocese de Valência.

Nela o Cardeal faz referência à gravidade da anomalia climatológica que tem se prolongado por vários meses e que levou com que parte do território espanhol, incluindo a Comunidade Valenciana, sofra graves consequências.

Cardeal Cañizares exorta fiéis para que rezem pedindo chuva.jpg

"A falta de chuva nos afeta a todos; não apenas aos nossos campos e montes, mas também às fontes e reservatórios e, em consequência, ao consumo humano e industrial e, portanto, à saúde. Isto nos deve alertar para que sejamos responsáveis no uso da água, não a desperdicemos e a compartilhemos", diz o Arcebispo espanhol.

O purpurado recorda que a água é um dom de Deus, já que faz parte da obra da Criação, e que Jesus ensinou a pedir pelo alimento diário. Atendendo estas palavras, faz a exortação: "Fiéis a esta recomendação do Salvador os exorto a todos para que rezem fervorosamente a Deus pelo dom da chuva".

Além disso, chamou a não utilizar a oração como um rito mágico, perdendo sua real prática: "É um costume secular na Igreja levar a cabo rogativas para pedir chuva. Nossas orações, e inclusive os ritos que as acompanham e sustentam, não obrigam a Deus a conceder-nos o que pedimos nelas. Uma coisa é a magia e outra, muito distinta, é a oração que nasce da Fé".

Cañizares explica que a magia busca apoderar-se de Deus e colocar seu poder a serviço dos caprichos, enquanto que a oração cristã "se contenta com expôr a Deus o desejo ou a necessidade, confiando que Ele cumprirá ou remediará como e quando seu amor o disponha. A oração cristã (...) vem da entrega confiada ao Senhor, a quem sabemos nos quer".

Na missiva o Cardeal dispõem que os sacerdotes da Arquidiocese de Valência incorporem uma petição desde o dia 19 de novembro até o dia 17 de dezembro nas preces da Missa suplicando a chuva, incluindo-a especialmente nas Missas Dominicais, assim como nas Vésperas e nas Laudes. Do mesmo modo dispõem que se celebre entre estas datas uma Missa durante a semana com esta intenção tal como se indica no Rito do Missal Romano que contêm uma oração para pedir a chuva, a "Ad patendam pluviam".

Do mesmo modo pediu às comunidades religiosas e leigos para que junto à oração da Liturgia das Horas incluam uma petição com esta intenção.

Neste ano de 2017 a Espanha tem enfrentado uma das secas mais graves da história, acrescentando-se durante o outono, sendo as comunidades de Galícia e Castilla y León as mais afetadas, ainda que também tenha chegado a outras, como Navarra, Andalucia e Valência, onde se notou uma importante diminuição das chuvas habituais. Vários especialistas asseguram que o ano de 2017 será recordado como o ano mais seco desde 1965. (EPC)