Bispo de Bragança (Portugal) afirma que Quaresma é tempo de redescoberta do Batismo

 

Bragança - Portugal (Quinta-feira, 08-08-2018, Gaudium Press) O Bispo de Bragança-Miranda, Dom José Cordeiro, acaba de publicar sua mensagem para a Quaresma de 2018 e nela lança um desafio: que os membros das comunidades católicas redescubram o sentido do seu Batismo.

08-08-2018 Mensagem do Bispo de Bragança (Portugal) afirma que Quaresma é tempo de redescoberta do Batismo.jpg

A informação é do Secretariado das Comunicações Sociais de Bragança-Miranda.

Na verdade Dom José Cordeiro renova a seus diocesanos o convite já feito no início do ano pastoral sublinhando que o tempo de preparação para a Páscoa representa "uma ocasião feliz" para uma "peregrinação à fonte batismal" onde cada um foi batizado e nasceu para a Igreja.

"Através dos remédios deste tempo santo renovaremos as promessas batismais na Vigília pascal", afirma D. José Cordeiro, em sua mensagem.

No documento, o prelado aponta com espiritualidade que os "remédios" deste tempo são a Eucaristia; a penitência; a oração; a Lectio Divina; a adoração eucarística; a esmola, o jejum e o silêncio, além da iniciativa global ‘24 horas para o Senhor', nos dias 9 e 10 de março.

No contexto da oração e reflexão, o bispo realça também que com os adolescentes e os jovens são "peregrinos na Lectio divina".

"Continuámos com a leitura orante e a adoração eucarística em cada segunda-feira, na igreja de S. José do Seminário Diocesano em Bragança", diz o Prelado mostrando uma atividade coordenada pelo Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil Vocacional.

Dom Jose Cordeiro, é também presidente da Comissão Episcopal da Liturgia e Espiritualidade, ele afirma, citando o Jesuíta Yves Raguim, que a "Palavra inicia, acompanha e segue" cada etapa da Iniciação Cristã, que ler e cita o Jesuíta Yves Raguin para referir que ler, meditar, rezar, contemplar as escrituras ‘é como passear pelo mundo agarrando Deus pela mão'.

Renúncia Quaresmal

O Bispo anuncia que a renúncia quaresmal, que é uma prática característica deste tempo, vai ser partilhada e terá como destino as "muitas necessidades de formação pastoral e espiritual" da diocese, especialmente, a construção da Casa Pastoral que se situa na nave central do Seminário diocesano de S. José, em Bragança.

O bispo diocesano, antecipadamente, agradece o "contributo generoso" que vai ajudar a "concretizar" esse projeto evangelizador:

"O Seminário é uma casa pastoral aberta a todos na hospitalidade e na espiritualidade. Juntos com os sacerdotes estejamos ao serviço dos que mais precisam. Com os sacerdotes podeis sempre contar, agora eles contam convosco", sublinha o prelado.
(JSG)