Cardeal Amato fala sobre o valor e a necessidade dos milagres nas causas de canonização

 

Itália - Roma (Sexta-feira, 13-04-2018, Gaudium Press) Avança em Roma o 2º Seminário para a Promoção das Causas de Beatificação e Canonização da Família de Dom Bosco, que foi iniciado no dia 10 de abril e será concluído no sábado, 14, na Casa Geral dos Irmãos das Escolas Cristãs, contando com a participação de vice-postuladores e colaboradores das causas de beatificação e canonização que levam adiante os salesianos. O tema do encontro acadêmico é a constatação científica e a avaliação dos milagres.

Cardeal Amato fala sobre o valor e a necessidade dos milagres nas causas de canonização 1.jpg

Este foi o eixo central da primeira conferência que ofereceu o Cardeal Angelo Amato, SDB, Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, que falou sobre o "Valor e necessidade dos milagres nas Causas de Beatificação e Canonização".

O purpurado refletiu em sua intervenção sobre os Evangelhos e nos atos dos Apóstolos, destacando que neles se mostram os diversos milagres que obrou Jesus, e que obraram também os apóstolos como sinal da redenção.

Tomando o Evangelho de Marcos, explicou que 31% de seus versículos são histórias de milagres. Depois comentou: "este é o trabalho da força de Deus, o amor divino, vinda do reino de Deus. A rica presença da santidade na história da Igreja mostra como está tangivelmente presente nos milagres, que tem lugar através da intercessão dos Santos, 'o dedo de Deus'", segundo menciona a agência ANS.

Neste sentido o Cardeal Amato sublinhou que "a verificação dos milagres, que o Senhor outorga pela intercessão de seu fiel servidor, constitui uma premissa indispensável para o reconhecimento de sua santidade por parte da Igreja".

O Seminário também tem contado com a presença do Padre Boguslaw Turek CSMA, Subsecretário da Congregação para as Causas dos Santos, que ministrou a conferência "Os procedimentos dos milagres: a discussão e a avaliação médico-legal".

Durante sua intervenção, o sacerdote explicou qual é a razão da Igreja exigir a prova do milagre como "a maior prova de santidade". Disse que "trata-se de garantir ao Sumo Pontífice, de quem depende a proclamação dos novos santos e beatos, a máxima certeza nas decisões que deve tomar: depois de ter passado por todos os procedimentos humanamente possíveis, também chega uma confirmação divina através da prova do milagre".

"Portanto -prosseguiu o Padre Turek- o milagre é uma confirmação de parte de Deus do juízo emitido pelos homens. Ao juízo de pessoas humanamente falíveis, o milagre, atentamente e cuidadosamente examinado, acrescenta o selo de um evento humanamente inexplicável, obra da onipotência divina mediante a intercessão do Sevo de Deus ou do Beato".

Cardeal Amato fala sobre o valor e a necessidade dos milagres nas causas de canonização 2.jpg

Explicou além disso, que o requerimento da prova do milagre, tem como tarefa "preservá-lo de um possível erro humano em uma matéria tão importante como é a demonstração da santidade". Tudo "segundo a centenária prudência da Igreja".

Está previsto que no sábado, 14, antes do encerramento do seminário, o Reitor Maior dos Salesianos, Padre Ángel Fernández Artime, apresente a conferência "Acompanhados por nossos santos no caminho de santidade".

O encontro acadêmico será encerrado com uma Eucaristia que presidirá às 11h o Padre Fernández Artime.

Atualmente a Família Salesiana conta com 9 Santos, 118 Beatos, 16 Veneráveis e 26 Servos de Deus. (EPC)