Mais de 30 mil fiéis celebram 33ª Romaria Vocacional, em Passo Fundo (RS)

 

São Domingos do Sul - Rio Grande do Sul (Sexta-feira, 11-01-2019, Gaudium Press) Entre os dias 5 e 6 de janeiro, a Arquidiocese de Passo Fundo acolheu a 33ª Romaria Vocacional, reunindo a comunidade de São Domingos do Sul e região para rezar pelo surgimento de novas vocações.

Mais de 30 mil fiéis celebram 33ª Romaria Vocacional, em Passo Fundo (RS)

Com o tema "Vocacionados para a Messe do Senhor" o evento também recordou a história e a atuação do Monsenhor João Benvegnú, chamado pela população do município gaúcho de Servo de Deus.

No total, aproximadamente 30 mil pessoas participaram das celebrações, que envolveram a romaria, um Tríduo Preparatório e a tradicional Procissão Luminosa.

A Romaria Vocacional, que neste ano contou com o auxílio de 600 voluntários, tem o intuito de fortalecer a esperança pela beatificação do Monsenhor João Benvegnú, que em vida, colaborou para o desenvolvimento da cidade de São Domingos e região, estimulando a espiritualidade na comunidade.

De acordo com o pároco, Padre Claudir Pressi, "é animador perceber o envolvimento do povo e iniciar o ano de 2019, que carrega a expectativa de grandes transformações, com essa peregrinação.

"Aqui, percebemos que a grande transformação vem se a gente se firmar em pessoas como o monsenhor (João Benvegnú). E, Brasil a fora, há tantos homens e mulheres que nos servem de inspiração. O monsenhor está bem perto de nós, é mais um para inspirar nossa história de serviço e bondade", destacou o religioso.

Ainda conforme o padre, a romaria é a concretização do que expressava o Monsenhor João. "Vivemos esse momento especial que reúne e provoca o encontro das pessoas que se colocam à serviço e experimentam, aqui, aquilo que o monsenhor queria sobretudo: as pessoas fazendo o bem. Certamente isso quer dizer vocação acertada", disse.

"Quando uma criança, um jovem, um casal amadurece em sua vida e se envolve nesta Romaria, enche de alegria a vida do padre. Não fazemos uma caminhada isolada, mas estamos em sintonia com o papa Francisco, com a Igreja da Arquidiocese e do Brasil e, principalmente, em sintonia com o evangelho. Temos certeza que esta romaria encheu de alegria a vida do povo", concluiu.

Ao celebrar a Solenidade da Epifania do Senhor, a Romaria Vocacional também refletiu a presença dos sinais de Deus na vida do cristão. Nesse sentido, o Arcebispo de Passo Fundo, Dom Rodolfo Luís Weber, lembrou que, assim como os Magos do Oriente buscavam o Messias, os fieis também buscam a Cristo.

"Saímos de nossas casas, nos encontramos aqui e temos as mesmas motivações que os Magos do Oriente. A quem os magos queriam encontrar? Como chegaram até aquele que procuravam? O que queriam fazer diante daquele que estavam procurando? Que atitude teriam? E, finalmente, o que mudou em suas vidas após este encontro? Poderíamos nos fazer as mesmas perguntas: a quem estamos procurando? Quem nos trouxe até aqui? O que queremos? O que muda em nossa vida quando voltarmos para nossas casas?", indagou o prelado, em sua homilia.

Mais de 30 mil fiéis celebram 33ª Romaria Vocacional, em Passo Fundo (RS)

Essas perguntas, prosseguiu Dom Rodolfo, "ajudam a compreender o fato que hoje celebramos e de que forma queremos ser tocados por Cristo". "Não queremos só ouvir falar de Cristo, queremos estar com Ele. O encontro com Cristo deve nos levar sempre pelo caminho que nos motive a ter uma vida parecida com a do Nosso Senhor", acrescentou. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações da Arquidiocese de Passo Fundo