Santuário de Schoenstatt em São Paulo completa 50 anos e recebe título Arquidiocesano

 

São Paulo - Aparecida (Terça-feira, 04-05-2019, Gaudium Press) O Santuário Sião Jaraguá da Mãe Rainha Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt completa 50 anos neste ano de 2019.

Santuário de Schoenstatt em São Paulo completa 50 anos e recebe título Arquidiocesano 1.jpg

Para celebrar esta data, no último domingo, 02, o Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, presidiu uma Santa Missa no templo. A Eucaristia foi concelebrada por Dom Devair Araújo da Fonseca, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Brasilândia, e Padres de Schoenstatt, entre os quais estavam o reitor do Santuário e outros sacerdotes convidados.

Ao término da Celebração Eucarística, foi lido um decreto através do qual o Santuário de Schoenstatt do Jaraguá foi elevado ao grau de Arquidiocesano.

O documento, assinado por Dom Odilo, se inicia falando sobre os Santuários de modo geral, recordando "desde os tempos bíblicos, são lugares propícios para o encontro com Deus, a manifestação de sua presença e ação misericordiosa entre os homens e para a ação de graças por bênçãos alcançadas".

Santuário de Schoenstatt em São Paulo completa 50 anos e recebe título Arquidiocesano 2.jpg

Em seguida, se diz que para o cristianismo, "os Santuários possuem um valor simbólico especial, como lugares de anúncio do Evangelho, do reino de Deus e do testemunho da Fé em Jesus Cristo salvador".

O purpurado recordou as palavras do Papa Francisco em sua Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, no qual se afirma que "nos Santuários Marianos, a Bem-Aventurada Virgem Maria acolhe os filhos peregrinos que muitas vezes, com grandes sacrifícios, vêm para vê-la e deixam-se olhar por ela. Junto dela encontram a força de Deus para suportar os sofrimentos e as fadigas da vida".

"Determinamos que, neste Santuário, para fortalecer a Fé e a piedade dos peregrinos, sejam promovidos o aprofundamento da Fé Católica, a proclamação abundante da palavra de Deus, a vida litúrgica, principalmente por meio da celebração da Eucaristia e a devoção à Santíssima Virgem Maria, Mãe de Deus e Mãe da Igreja", diz outro trecho do decreto.

"O Santuário comemora 50 anos de história, é um jubileu de ouro. Jubileu é sempre tempo de graças, tempo de Deus, que certamente Deus reservou graças especiais para muitos que aqui recorrem às intercessões da Virgem Maria, que procuram consolo, conforto, luz e aconchego junto da Mãe de Cristo, Mãe da Igreja, nossa Mãe", concluiu.

Santuário de Schoenstatt em São Paulo completa 50 anos e recebe título Arquidiocesano 3.jpeg

A Capela dedicada à Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt no bairro do Jaraguá foi abençoada no ano de 1969, pelo Cardeal Agnelo Rossi, que na época era Arcebispo da cidade de São Paulo.

Nascido a partir de uma inspiração do Padre José Kentenich - Fundador da Obra Apostólica de Schoenstatt - e pelo trabalho incansável dos primeiros Padres Palotinos, o Santuário acolhe famílias, mães, jovens, idosos e crianças e ajuda a manter obras sociais na região. (EPC)