Porque um mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus

 

Redação (Quarta-feira, 05-06-2019, Gaudium Press) Estamos no mês de junho e assim como a mês de maio foi dedicado a Nossa Senhora, sendo até chamado de "mês de Maria", o mês de junho tem uma dedicação: Junho é o mês do Sagrado Coração de Jesus.

Porque um mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus-Foto Arquivo Gaudium Press.jpg

Mas, para que escolher um mês para que os fiéis fossem incentivados a venerar, honrar e imitar com mais intensidade o amor generoso e fiel de Cristo, enquanto nascido de seu Sagrado Coração?

Junho foi escolhido para que em um Mês pudesse demonstrar se mais, através da oração, dos louvores e das obras o quanto o amamos e quanto queremos corresponder ao seu grande amor demonstrado ao se encarnar por amor à humanidade; ao se entregar à morte -morte de cruz- para redimir a todos nós; e ao permanecer na Sagrada Eucaristia, sacramento de amor, ensinando o caminho para a vida eterna.

Imprescindível para uma relação viva com Deus

A propósito desta Festa, o Papa Bento XVI afirmou que, "a contemplação do ‘lado transpassado pela lança', na qual resplandece a vontade infinita de salvação por parte de Deus, não pode ser considerada, portanto, como uma forma passageira de culto ou de devoção:

A adoração do amor de Deus, que encontrou no símbolo do ‘coração transpassado' sua expressão histórico-devocional, continua sendo imprescindível para uma relação viva com Deus".

Desse Coração transpassado pela lança de Longinus nasceu a Igreja.

E é nela que encontramos mais demonstrações do amor do Sagrado Coração de Jesus. Além da Eucaristia, este Coração Misericordioso deixou o sacramento do perdão, fonte de mais amor e mais misericórdia ainda: um círculo virtuoso, a proclamar sempre o amor do Sagrado Coração de Jesus para com cada um de nós.

Desde o início

A devoção ao Sagrado Coração de Jesus existe desde o início da Igreja, desde que se meditava sobre no lado e no coração aberto do Senhor.

Desde sempre, houve alguém como São João que encostasse seu ouvido no Coração de Jesus para ouvir suas palavras reproduzidas pelas batidas cardíacas levando mensagens de amor misericordioso, perdão, constante misericórdia , conselho, sabedoria para melhor se unir à "mentalidade" de Jesus.

Santa Margarida

Conta a história que, em 16 de junho de 1675, o Filho de Deus apareceu a Santa Margarida Maria Alacoque e lhe mostrou seu Coração rodeado por chamas de amor, coroado por espinhos, com uma ferida aberta da qual brotava sague e, do interior do mesmo, saia uma cruz.

Santa Margarida ouviu do Senhor: "Eis o Coração que tanto amou os homens, que não poupou nada até esgotar-Se e consumir-Se, para manifestar-lhes seu amor. E como reconhecimento, não recebo da maior parte deles senão ingratidões, desprezos, irreverências, sacrilégios, friezas que têm para comigo neste Sacramento de amor".

É por isso que o mês de junho é dedicado mais especialmente ao Sagrado Coração de Jesus.

(JSG)