Governo do Paquistão colabora na restauração da Catedral de São Patrício, em Karachi

 

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 07-08-2019, Gaudium Press) A Catedral de São Patrício foi a primeira igreja construída em Karachi, no Paquistão.

Governo do Paquistão colabora na restauração da Catedral de São Patrício, em Karachi.FotoArquvo Gaudium Press.jpg

Passados 175 anos, todo o edifício passa por um amplo projeto de restauração, que deverá durar três anos.

O reitor da Catedral, padre Mário Rodrigues, em um recente encontro com o Primeiro Ministro da Província de Sindh, Syed Murad Ali Shah.

Na ocasião, Ali Shah, comprometeu-se a apoiar financeiramente a restauração do interior da Catedral.

No mês de abril, a equipe responsável pela angariação de fundos para a execução do projeto, organizou o 'Eat and Music Festival', um evento de três dias com uma área de recreação, um festival de comida e música.

O primeiro-ministro, que estudou na Escola Secundária de St. Patrick, enfatizou a notável contribuição da Igreja Católica na Província, especialmente no campo da educação e da saúde.

A Catedral

O reitor da Catedral informou que "este ano celebramos o jubileu de platina da Catedral.

O "edifício é conhecido pela sua arquitetura renascentista gótica e pode acomodar até 1500 pessoas", disse Padre Mario Rodrigues, que ainda recordou que no interior da catedral existem obras de cerca de 150 anos atrás: 

"As obras arquitetônicas históricas e antigas do prédio, em particular aquelas em pedra, assim como os vitrais e as de madeira, remontam há quase 146 anos", acrescentou o sacerdote.

Nos vitrais da Catedral estão retratadas várias cenas da Bíblia Sagrada, como o sacrifício de Isaac, a Anunciação, o nascimento de Jesus, a apresentação de Jesus no templo, a fuga da Sagrada Família para o Egito e a Paixão de Jesus.

O edifício da Catedral é um patrimônio cultural que não pode ser demolido e reconstruído; devemos preservar e proteger nossa história. Este é o motivo pelo qual o projeto requer muitos recursos", disse padre Mario Rodrigues, depois do encontro com Ali Shah.
(JSG)

(Da Redação Gaudium Press, com informações Gaudium Press)