Dom Orani é o primeiro Cardeal a entrar para a Academia Carioca de Letras

 

Rio de Janeiro (Segunda-feira, 09-09-2019, Gaudium Press) O Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, se tornou o primeiro Cardeal a entrar para a Academia Carioca de Letras, assumindo a cadeira número 10. A cerimônia ocorreu no dia 28 de agosto, na sede da instituição, na Lapa.

Dom Orani é o primeiro Cardeal a entrar para a Academia Carioca de Letras 1.jpg

A indicação partiu do presidente de honra da Academia Carioca de Letras, Ricardo Cravo Albin. "Chamei Dom Orani pela humildade e simplicidade, por sair às ruas e às paróquias para ir ao encontro dos pobres. Ele fez das tripas coração, fornecendo comida à população de rua, acarinhando os doentes e abençoando um a um os muitos miseráveis. E também por ser um estudioso do patrono da Academia Carioca, padre José de Anchieta", explicou Albin.

Durante a cerimônia, o presidente da academia, Claudio Murilo Leal, ressaltou ser uma "grande honra receber Dom Orani como acadêmico. Ele é o Arcebispo do Rio, e nossa academia é carioca. Homem de cultura, tem todos os predicados para fazer parte da Academia Carioca de Letras".

Dentre os participantes do evento estavam: a escritora Nélida Piñon, o vice-presidente Sergio Fonta e o acadêmico Bernardo Cabral, que compuseram a mesa de honra. Além do diretor do Departamento de Teologia da Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio), Padre Waldecir Gonzaga, representando a reitoria da PUC-Rio, o cura da Catedral e coordenador arquidiocesano de pastoral, cônego Cláudio dos Santos, e o pároco da Paróquia de Santa Teresinha do Menino Jesus, em Botafogo, cônego Abílio Soares de Vasconcelos. Entre as autoridades políticas estava o vice-governador Cláudio Castro.

Após receber o colar e o diploma acadêmico, e assinar o livro de posse, o Cardeal Orani agradeceu por integrar o seleto grupo de intelectuais, destacando que sua eleição era uma deferência para com a Arquidiocese do Rio e uma grande honra para a Igreja Católica.

Dom Orani é o primeiro Cardeal a entrar para a Academia Carioca de Letras 2.jpg

Em 27 de agosto de 2015, Dom Orani inaugurou e recebeu a Comenda da Ordem Padre José de Anchieta, patrono da academia, que teve um papel importante na fundação da cidade do Rio de Janeiro.

Fundada no dia 8 de abril de 1926, a Academia Carioca de Letras tem por objetivo a preservação da cultura da língua e da literatura nacional. (EPC)