Dom Josafá Menezes é nomeado Arcebispo de Vitória da Conquista

 

Bahia - Vitória da Conquista (Quarta-feira, 09-10-2019, Gaudium Press) Na manhã desta quarta-feira, 09 de outubro, foi nomeado um novo Arcebispo para a Arquidiocese de Vitória da Conquista (BA). Dom Josafá Menezes da Silva, que até então era Bispo de Barreiras (BA), assumirá o governo pastoral da Igreja Particular, sucedendo Dom Luís Gonzaga Silva Pepeu, que teve seu pedido de renúncia aceito.

Dom Josafá Menezes é nomeado Arcebispo de Vitória da Conquista.jpg

Através de uma mensagem publicada em seu website, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifestou sua alegria pela nomeação e seus votos para que o prelado tenha êxito à frente desta Igreja Particular.

Ainda na mensagem, os Bispos recordam um trecho da exortação apostólica Evangelii Gaudium, do Papa Francisco: "O Espírito Santo, que inspirou a Palavra, é quem «hoje ainda, como nos inícios da Igreja, age em cada um dos evangelizadores que se deixa possuir e conduzir por Ele, e põe na sua boca as palavras que ele sozinho não poderia encontrar»".

Por fim, agradecem a Dom Luís Gonzaga Silva Pepeu pelo seu "ministério episcopal, marcado por valiosa dedicação ao trabalho desta Conferência em âmbito regional e nacional".

Biografia de Dom Josafá Menezes da Silva

Nascido no dia 2 de janeiro de 1959, na cidade de Salinas de Margarida (BA), Dom Josafá foi ordenado sacerdote no dia 14 de maio de 1989 e Bispo no dia 10 de março de 2005. Desde 26 de fevereiro de 2011, está à frente da Diocese de Barreiras, sendo o segundo Bispo desta Igreja Particular. Seu lema episcopal é Praedica verbum (Prega a Palavra), extraído da segunda Carta de São Paulo a Timóteo (2Tm 4, 2).

Iniciou seu ministério episcopal na Arquidiocese de Salvador (BA), onde foi Bispo auxiliar entre 2005 e 2010. Também atuou como administrador apostólico da Diocese de Bom Jesus da Lapa, entre maio de 2014 e setembro de 2015. No regional Nordeste 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), foi Bispo referencial para o Ecumenismo e Diálogo Inter-Religioso (2011-2015) e para a Pastoral da Comunicação (2015-2019), além de coordenador da Região Pastoral do Oeste da Bahia (2016-2019). (EPC)