Terra Santa: recorde de peregrinações em 2019

 

Terra Santa (Segunda-feira, 13-01-2020, Gaudium Press) O Franciscan Pilgrim Office, centro de apoio às peregrinações vinculado à Custódia da Terra Santa, informa que dados recém divulgados vieram confirmar que 2019 foi um ano que trouxe um recorde de peregrinações.

Terra Santa-recorde de peregrinações em 2019-Foto Arquivo Gaudium Press.jpg
Há um aumento constante do fluxo de peregrinos à Terra Santa.
Foto :Arquivo Gaudium Press

Um fluxo constante de peregrinos provenientes de todo o mundo trouxe milhares de peregrinos para visitar os lugares Sagrados onde Jesus nasceu, morreu e ressuscitou.

Os números

De acordo com dados fornecidos, os números são impressionantes, sobretudo se levarmos em conta a situação política da região.

-Os peregrinos cristãos que de alguma forma se beneficiaram do apoio do Centro Franciscano de Peregrinos foram cerca de 630 mil, dos quais 98% eram católicos.

-Os grupos organizados de peregrinos católicos registrados pelo Centro Franciscano foram 13 mil, aos quais se somam 3.590 grupos de peregrinos pertencentes a comunidades cristãs não católicas.

- Os países de origem das peregrinações assistidas pela rede franciscana em 2019 foram 115, sendo 35 europeus, 31 africanos, 23 americanos, 22 asiáticos e 4 da Oceania.

-Considerando os peregrinos com base na nacionalidade, o grupo mais numeroso foi o italiano (80 mil presenças no ano recém-concluído), seguido pelo grupo de peregrinos poloneses (62 mil) e por aquele de peregrinos espanhóis (35 mil).

-Os dados divulgados pelo Franciscan Pilgrim Office, e também divulgados no site do Patriarcado Latino de Jerusalém, são parciais e não levam em consideração as peregrinações realizadas à Terra Santa por peregrinos cristãos das Igrejas Ortodoxas e Orientais, nem o crescente número de batizados das comunidades evangélicas e pentecostais que a cada ano organizam seus encontros na terra de Jesus.

-Segundo dados do Ministério das Relações Exteriores de Israel, os turistas que entraram em Israel em 2019 foram de cerca de 4 milhões e 500 mil.

Apesar dos conflitos

O aumento constante do fluxo de peregrinos e turistas à Terra Santa, registrado nos últimos anos, representa um dado objetivo de grande importância, principalmente se levarmos em conta os conflitos e convulsões sociais, sectárias e geopolíticas que continuam atormentando a região do Oriente Médio. (JSG)

 

(Da Redação Gaudium Press, com informações "Agencia Fides")