EUA realiza coleta anual para o 'Catholic Relief Services'

 

Estados Unidos - Washington (Segunda-feira, 12-03-2018, Gaudium Press) A Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB) realizou neste final de semana, 10 e 11 de março, a coleta anual para o 'Catholic Relief Services' (CRS), a agência internacional humanitária dos Bispos norte-americanos. "É Jesus com outro rosto, você o ajudará?", foi o lema da coleta.

EUA realiza coleta anual para o 'Catholic Relief Services'.jpg
"A Coleta do 'Catholic Relief Services' apoia as organizações da Igreja Católica que promovem a esforços internacionais de ajuda e solidariedade. Os programas incluem apoio e reassentamento para as vítimas de perseguição, guerra e desastres naturais; projetos de desenvolvimento para melhorar as condições de vida dos pobres; serviços de assistência jurídica para os imigrantes; trabalhos de paz e reconciliação para as pessoas que sofrem violência; e defesa em nome dos mais necessitados", explica a USCCB.

O que foi coletado está destinado aos esforços internacionais feitos pelo CRS, mas também ao Serviço de Migração e Refugiados, à 'Catholic Legal Immigration Network Inc'. (CLINIC) -serviços legais de migração-, ao Departamento de Justiça, Paz e Desenvolvimento Humano, assim como à Secretaria de Diversidade Cultural na Igreja; e o Fundo de Ajuda do Santo Padre para a atenção de emergências.

Dom Thomas J. Rodi, Arcebispo de Mobile, e Presidente do Comitê Nacional de Coletas Nacionais da USCCB, através de uma carta fez um chamado à solidariedade: "Cristo bate à porta de nossos corações e nos pede para que respondamos às necessidades de nossos irmãos e irmãs que sofrem em todo o mundo. Uma maneira de responder a este convite é através da coleta do 'Cahtolic Relief Services'.

O prelado comenta que as contribuições apoiam o trabalho de seis agências católicas que trabalham pela defesa da dignidade da vida humana ao redor do mundo. "Estas organizações oferecem ajuda humanitária, defendem os marginalizados e prestam serviços e atenção pastoral às comunidades vulneráveis", explica. Neste sentido, Dom Rodi diz que o apoio é necessário "para continuar com este importante trabalho".

O CRS foi criado em 1943 como a Agência Internacional Humanitária dos Bispos dos Estados Unidos. Desde então, apoiou milhares de pessoas em todo o mundo.(EPC)