Terremoto em Papua Nova Guiné: Papa reza pelos flagelados

 

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 06-06-2018, Gaudium Press) O Papa Francisco está rezando por todos os afetados pelo grande terremoto que assolou a Papua Nova Guiné. O Papa oferece suas condolências e expressa sua proximidade em um telegrama de terça-feira.

Terremoto em Papua Nova Guiné- Papa reza pelos flagelados.jpg

O telegrama, enviado foi assinado pelo secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin:
"Foi com grande tristeza que Sua Santidade o Papa Francisco ficou sabendo da trágica perda de vidas após o recente terremoto em Papua Nova Guiné", afirma o telegrama.

O Papa promete suas orações pelas "almas dos defuntos à misericórdia do Deus Todo-Poderoso, envia suas sinceras condolências a suas famílias e assegura a todos aqueles afetados por este desastre de sua proximidade em oração."

"Sobre todos aqueles que choram neste momento difícil, e sobre o pessoal de emergência envolvido nos importantes esforços de socorro, o Papa Francisco de bom grado invoca as bênçãos divinas de força e consolação".

O Terremoto

Na madrugada de segunda-feira, 04-06, um terremoto de magnitude 7,5 atingiu uma região rural da Papua Nova Guiné, a cerca de 80 quilômetros ao sul de Porgera.

Segundo a Cruz Vermelha, pelo menos 67 pessoas foram mortas no terremoto, e acredita-se que outras centenas tenham sido feridas.
Flagelados

Dezenas de milhares de pessoas precisam agora de comida, água e outras necessidades, e as agências humanitárias dizem que os deslizamentos de terra e os danos nas estradas principais estão atrasando sua capacidade de chegar às aldeias remotas que estão entre as mais atingidas pelo terremoto.

"É muito difícil obter informações precisas por causa de danos às estradas e à distância e robustez da área, mas acredita-se que 143.000 pessoas tenham sido afetadas e 17.000 deslocadas", disse Udaya Remi, chefe da Cruz Vermelha em Papua Nova Guiné.

Os tremores que chegam à magnitude 6,0 continuam a abalar a área e as autoridades locais declararam estado de emergência em toda a região afetada. (JSG)