"Temos Mãe!" - Tema da Peregrinação das Crianças a Fátima

 

Fátima - Portugal (Segunda-feira, 11-06-2018, Gaudium Press) Na Peregrinação das Crianças realizado no fim de semana no Santuário de Nossa Senhora de Fárima, na Cova da Iria, em Portugal, um ano após as comemorações do Centenário das Aparições, o Bispo Auxiliar de Braga pede a todas as crianças que se lembrem que além de uma mãe na terra têm também uma Mãe no Céu "próxima e amorosa"

'Temos Mãe!' Tema da Peregrinação das Crianças a Fátima .jpg

Santuário repleto

O Recinto do Santuário de Fátima encheu de novo com milhares de `mensageiros´, provenientes da esmagadora maioria das dioceses do país, que participaram na Peregrinação das Crianças, para agradecer a Jesus o fato de termos Mãe.

O tema deste ano partiu de uma afirmação do Papa Francisco na Cova da Iria, em 2017- "Temos Mãe!".

O bispo auxiliar de Braga, D. Nuno Almeida, que presidiu a esta peregrinação, utilizando uma linguagem simples, dirigida aos peregrinos mirins no último domingo, apesar da chuva intensa que acompanhou todas as celebrações, estabeleceu um paralelismo entre as mães e Nossa Senhora para explicar que o Seu amor pela humanidade "é um amor próximo e misericordioso", tal como o amor que uma mãe tem pelo seu filho, desde o momento da concePção até à morte.

Nossa Senhora - Amor Materno

Ela cuida, com amor materno, dos irmãos de seu Filho que, entre perigos e angústias, caminham ainda na terra, até chegarem à pátria bem-aventurada", referiu o prelado.

"Nossa Senhora, há cem anos, apareceu aos Pastorinhos Lúcia, Francisco e Jacinta, aqui em Fátima, para a todos conduzir a Deus, cobrindo-nos com o seu manto de luz, de misericórdia e compaixão" afirmou D. Nuno Almeida, sublinhando que "Ela continua próxima e acompanha-nos com o seu amor de mãe".

Por isso, "quando rezamos a Ave-Maria deixemos que a sua carícia nos toque e que o seu olhar volte o nosso olhar para Jesus".

Desafio

O prelado desafiou as crianças a rezarem a Nossa Senhora e a fazerem como os Pastorinhos que rezavam o terço todos os dias pela conversão dos homens, nomeadamente os "que ferem a dignidade da vida humana", "os desonestos" os que "na Igreja, vivem na hipocrisia e na indiferença" afirmou o prelado lembrando que Nossa Senhora "leva a Jesus todas as nossas orações".

Abrir o Coração a Nossa Senhora

"Procuremos abrir o nosso coração a Nossa Senhora. Quando rezamos em silêncio, no nosso quarto, a Ave-Maria; quando rezamos o terço com a nossa família, na nossa paróquia ou movimento, podemos ter a certeza de que Nossa Senhora está connosco e fica feliz quando falamos e confiamos nela".

O prelado convidou as crianças a repetirem: "Tenho um lugar especial no coração de Nossa Senhora!" e pediu, ainda, uma oração para todas as mães.

Mães da Terra

"Queremos, hoje e sempre, rezar com amor e gratidão pelas nossas mães da terra que cuidam de nós com ternura, nos acompanham sempre, sabem o que nos faz falta e nos protegem. Logo à noite, ao chegar a casa, iremos abraçar e beijar as nossas mães e agradecer-lhes o seu amor!".

E como a oração do rosário foi um dos pedidos deixados por Nossa Senhora aos Pastorinhos, D. Nuno Almeida incentivou as crianças a também elas terem sempre presente esta oração.

Crianças e Famílias

Foi uma peregrinação que juntou crianças e familias.
Para além das inúmeras crianças provenientes da generalidade das dioceses portuguesas, incluindo regiões Autónomas, inscreveram-se no Santuário de Fátima 25 grupos oriundos de Portugal, Polónia, Espanha, Itália, Alemanha e Irlanda, num total de cerca de 150 mil peregrinos.

"Vós sois a festa, sois um espetáculo!"

No final da celebração, D. António Marto, bispo da diocese de Leiria-Fátima demonstrou a "grande alegria" que sentiu ao ver todas as crianças reunidas em torno da "Mãe Celeste" como "família".

"Gostaria de poder saudar cada um de vós, mas como isso é impossível, abraço-vos a todos daqui com uma saudação, porque todos tendes um lugar especial no meu coração", reiterou.

O prelado pediu a todos as crianças que repetissem a frase: "Eu tenho um lugar especial no coração de Nossa Senhora, minha mãe".

D. António deu os parabéns aos "amiguinhos e amiguinhas que aguentaram a chuva, o frio, e não permitiram que nada estragasse esta festa! Vós sois a festa, sois um espetáculo!".

"Levais um oratório, prometam-me que não se esquecem de rezar pela paz nas famílias e pela paz no mundo", pediu ainda. (JSG)

 

(Da Redação Gaudium Press, com Informações Santuário de Fátima)