Lançado no Sul Observatório de Bioética para promoção e defesa da vida

 

Passo Fundo - Rio Grande do Sul (Quinta-feira, 08-11-2018, Gaudium Press) O auditório da Casa de Retiros, em Passo Fundo, acolheu na noite desta última quarta-feira, 7 de novembro, o lançamento do Observatório de Bioética (OB-RS3).

Lançado no Sul Observatório de Bioética para promoção e defesa da vida

A iniciativa organizada pela CNBB é uma rede interdisciplinar que integra universidades, sobretudo as católicas, em uma proposta de promoção e defesa da vida, com a intenção de realizar um mapeamento da vulnerabilidade humana no Estado, a partir dos seguintes eixos: início da vida, final da vida e políticas públicas.

Idealizador do projeto, o bispo de Rio Grande (RS) Dom Ricardo Hoepers, afirma que a iniciativa possibilitará a ampliação das pesquisas que são realizadas atualmente, com temas relacionados à vida, ao promover novas demandas e novas metodologias.

Ainda conforme Dom Hoepers, a proposta fomentará os temas da bioética com dados, coletados por meio de pesquisas científicas, que possam contribuir nos debates da sociedade, em promoção e defesa da vida, como a Audiência Pública promovida pelo Supremo Tribunal Federal, em agosto deste ano, sobre a descriminalização do aborto.

A exortação apostólica "Veritatis Gaudium", do Papa Francisco, sobre a importância do diálogo com as universidades e faculdades eclesiásticas, foi um dos documentos que estimulou a criação do projeto, conforme Dom Ricardo, doutor em Bioética pela academia Alfonsiana, de Roma.

Serão quatro comissões, sediadas em Porto Alegre, Pelotas, Santa Maria e Passo Fundo, que irão compor o Observatório de Bioética, fora as instituições participantes, entre elas, a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), a Universidade Franciscana (UFN), de Santa Maria, a Universidade Católica de Pelotas (UCPel) e, em Passo Fundo, a Faculdade Meridional (Imed). (LMI)
Da redação Gaudium Press, com informações da CNBB