Crianças polonesas com câncer foram recebidas pelo Papa, hoje

 

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 30-11-2018, Gaudium Press) Um grupo composto por sessenta e duas crianças portadoras de câncer foi recebido pelo Papa Francisco na manhã desta sexta-feira (30/11), na Sala Clementina, no Vaticano.

Papa recebeu grupo de crianças polonesas cancerosas .jpg

As crianças são pacientes internadas na Clínica de Oncologia de Wroclaw, na Polônia.

"Vocês são importantes!" Diz Papa Francisco às Crianças.

O Papa falou de improviso encorajando as crianças a seguirem em frente, pois "não há dificuldade na vida que não possa ser vencida".

Suas vidas não são fáceis, mas sigam em Frente, disse:
"O seu caminho na vida é difícil, queridas crianças, porque vocês têm de se tratar, vencer a doença ou conviver com ela. Isso não é fácil", disse o Pontífice.

"Porém, vocês possuem muitos amigos, muitos amigos que ajudam vocês. Os seus familiares também ajudam vocês a seguirem em frente. Pensem bem nisso: não há dificuldade na vida que não possa ser vencida. A vitória é diferente para cada pessoa. Cada um vence à sua maneira. O ideal é vencer sempre. É o horizonte para seguir adiante. Não se desanimem."

Em suas breves palavras, Francisco destacou a importância dos familiares, deixando uma mensagem de esperança:
"Não há dificuldade na vida que não se possa vencer. A vitória é diferente para cada pessoa, cada um ganha à sua maneira, mas há sempre o ideal de vencer, é o horizonte para se avançar. Não percam a coragem".

Anjo da Guarda

O Papa sublinhou que "o Senhor deu um anjo da guarda a cada um de nós, desde quando éramos pequenos até nos tornamos idosos.

O Senhor deu a cada um de nós um anjo para que nos ajude na vida. Cada um de vocês tem o seu.
Conversem com o seu anjo da guarda, para que os proteja, os inspire e os leve a vencer sempre na vida".

Papa Agradece

Francisco agradeceu as pessoas que acompanham as crianças. Estas pessoas cuidam e ajudam a todas elas.

Depois de ainda dirigir-se às crianças, brincando com elas, o Papa disse-lhes: "Vocês viram que são muito importantes? Para ouvir e falar com o Papa vocês precisam de dois intérpretes. Vocês são importantes!"

Finalizando o encontro, Francisco rezou com as crianças e seus acompanhantes uma Ave-Maria em polonês e, em seguida, as abençoou.

"O vosso caminho na vida é algo difícil, queridas crianças, porque tendes de tratar-vos, de vencer ou conviver com a doença, isso não é fácil. Mas tendes muitos amigos, muitos amigos que vos ajudam, tanto", disse Francisco aos menores, com a ajuda de dois intérpretes.

O pontífice brincou mesmo com esta situação: "Já vistes que sois muito importantes, porque para ouvir e falar com o Papa, tendes necessidade de dois intérpretes, sois importantes".(JSG)